Na passada quinta-feira, cerca de uma centena de ativistas da organização pela j…


Na passada quinta-feira, cerca de uma centena de ativistas da organização pela justiça climática Climáximo bloquearam a refinaria de Sines da Galp. Os ativistas dizem que esta é a infraestrutura “que produz mais emissões em Portugal” e exigem menos emissões, uma transição justa e democracia energética.

Pretendem assim um encerramento “planeado e gradual” até 2025 com “um plano de transição justa baseado num diálogo social que privilegie os trabalhadores e as comunidades afetadas”. E acreditam que isso é “algo que nunca acontecerá com a Galp e o Governo ao leme, como o prova o fecho da Refinaria de Matosinhos”.

Esta ação de desobediência civil não violenta passou primeiro por uma entrada nas instalações e em seguida por um bloqueio pacífico da sua entrada. Integra a campanha “Collapse Total”, cujo objetivo é, nesta semana, “causar disrupção à Total Energies e empresas líderes na produção de combustíveis fósseis”.

Durante a entrada nas instalações, Danilo Moreira, do Sindicato dos Trabalhadores de Call Centers, segundo declarações à Sábado(link is external), foi identificado pela polícia, algemado e levado para uma carrinha, tendo depois sido libertado. Ao mesmo órgão de comunicação social, Cristiano Morato, outro dos manifestantes, explicou que “sabíamos que íamos ter resistência à entrada e esta era a única maneira de conseguir entrar e quebrar a barreira. Queríamos entrar para entregar papéis aos trabalhadores com a nossa proposta.”

A Climáximo quer responsabilizar a Galp e envolver trabalhadores e comunidades afetadas. Lutam ainda pela “garantia imediata de emprego público ou reforma, sem perda de rendimentos, para todos os trabalhadores diretos ou indiretos da refinaria”.
.
.
.
.
.
#climatestrike#climatejustice#systemchangenotclimatechange#schoolstrike4climate#FazPeloClima#fridaysforfuture#photojournalism#visualstorytelling#visualambassadors#gretathunberg#greveclimaticaestudantil#climatechange#zonestreet#documentalphotography#marchamundialpeloclima#p3top#burnmagazine#lenscultureportraits#lensculture#gretathunberg#streetphotography#spi_collective#climatejustice#visualcreatorz#everydayportugal#cop26#extinctionrebellion#greenpeace#vibesofvisuals#shotzdelight



Source

Author: Academy for Liberty Deutschland

1 thought on “Na passada quinta-feira, cerca de uma centena de ativistas da organização pela j…

Schreibe einen Kommentar

Deine E-Mail-Adresse wird nicht veröffentlicht. Erforderliche Felder sind mit * markiert.